21 de maio de 2015

Caminharemos juntos na mesma canção

Hoje quero declarar-te!

Quero dizer-te a razão que faz meu pulsar persistir, mantendo-me cada dia mais viva. Em uma corrente de amor contínua cheia de liberdade amarrada ao laço que firmemente segura e sela nosso desejo de viver cada dia mais feliz. Quero fazer uma bagunça em ti, no emaranhado dos nossos sonhos que insistem arduamente em fixar-nos em um elo capaz de romper as barreiras dos nossos medos e incertezas.

Hoje quero amar-te!

E a longos tempos ouvir o sussurro junto ao prazer, que levemente se faz em cada dedilhar de nossos passos, que nos unem cada vez mais em uma emoção encantadora. Quero que nos deliciemos eternamente em uma união repleta de cumplicidade misturada à nossa igualdade. Com sutis palpitares desconcentrando-nos levando-nos ao céu e fitando-nos na felicidade.

Hoje quero agradecer-te!

Por tudo! Absolutamente por tudo que és. Pois, tu sim pudeste mostrar-me o lado bom da vida. Aquele que, por mais que existem problemas, o sorrir para a vida vale mais. Mais que negatividades que possam surgir em nosso caminho. Tu conseguiste provar-me que o Amor existe. Que existe sim a luz no fim do túnel, aquela que tanto as pessoas prezam, desprezam ou até enojam. Uma luz capaz de transformar por inteiro sua vida, fazendo-te uma pessoa melhor e tendo uma visão mais humana das coisas e das pessoas.

Hoje quero amarrar-te!

Nos sublimes cânticos, que de tão belos, são fenomenais com poderes surpreendentes. Quero enlaçar-te nos versos mais sólidos de uma história incompleta e colar nossos corações, para que no futuro que será sempre nosso presente, possamos absolver cada gota de Amor que jorra e jorrará em cada pensamento e em todos os instantes juntos vividos. Que o Senhor do tempo e de tudo, possa nos proporcionar em todos os milésimo dos segundos, experiências gratificantes e enriquecedoras e, que aprendamos a valorizá-las e valorizar-nos ainda mais.

4 comentários:

  1. "Quero enlaçar-te nos versos mais sólidos de uma história incompleta"

    Que importa o futuro se a felicidade morar no presente?

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudiane, querida!
      Há um tempo não ando escrevendo como antes, mas voltando estou.

      Agradeço imensamente pelo carinho e visita.
      Um beijo! :D

      Excluir
  2. Respostas
    1. Muito obrigada amiga Dulce.
      E que tenhamos, neste novo ano de 2016, várias poesias de amor e tantos outros valores e prazeres imensuráveis, que nos enriquecem a cada dia.
      Um beijo! :D

      Excluir