31 de agosto de 2014

Eu te Amo!


Eu te Amo!
E digo o por quê...
você gosta de mim.
E eu de você!

Eu te Amo!
Quando longe estamos,
explodimos de saudades.
Loucos nós ficamos!

Eu te Amo!
Quando há a briga...
logo damos as mãos,
lembramos a cantiga!

Eu te Amo!
Você me faz cantar...
unindo nosso coração,
que só quer amar!

Eu te Amo!
E digo deste então,
você é a metade...
do meu coração!

26 de agosto de 2014

Um vazio

Imagem da web

Insistente esse amor o procurava
Em seu peito explodia levemente
Por ele tanto pensar que a amava
De maneira inconsequentemente

Igual e tão profundo sentimento
Ele se pegava a pensar arduamente
Mas sem seu menor consentimento
Os deixava de lado indelicadamente

Tristemente neste abandono fatal
Não queria mais imaginar o final
Mais perto a desejava, ele a queria

Definitivamente nada poderia fazer
Neste vazio ele queria compreender
Mas, já era tarde demais e ele sofria

14 de agosto de 2014

Sentimentos guardados


Nos armários mais fundos
guardados nas profundezas
estão segredos profundos
secretamente nas certezas

Das gavetas mais fundas
dos arredores esquecidos
das lembranças profundas
dos sentimentos vividos

Daquelas loucas recordações
que amorosamente nos uniu
selando os nossos corações
dos sons que nunca se ouviu

Das nossas cartas de amor
que para eu, tu as entregou
daquele breve esplendor
que o meu coração marcou

Com a sublime sinceridade
que um coração pode doar
na mais perfeita realidade
que nós podemos nos amar

Aos esconderijos voltando
daqueles armários loucos
vejo-me de novo viajando
e tropeçando aos poucos

Pois, em cada sutil pensar
sou levado aos sentimentos
que me fizeram caminhar
nos terríveis sofrimentos