O mundo pede socorro

Um mar de sangue abriu a porta
E caminhando nessa sujeira
Muitos de maneira imposta
Não podem passar a fronteira

Pessoas morrendo injustamente
Pois uns a solta estão a trafegar
Por que muitos dos delinquentes
Estão praticando o ato de matar

Aqui, nesta terra da desigualdade
Pessoas querem um mundo florido
Mas é difícil sem as devidas uniões

E para combater toda a crueldade
Deve-se plantar e deixar enriquecido
O ato do Amor dentro dos corações

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eu te Amo!

Pessoas especiais