18 de dezembro de 2013

Cidade de Amor

Uma cidade pequena me encantou
E com seu doce charme me traçou
Uma viagem marcada e sem volta
Fez-me entrar por a incrível porta

Uma porta de esperança e Amor
Que sentimentos como o rancor
Por ela, tal jamais há de entrar
Para as maravilhas dela estragar

Olhar atendo, estive a observar
Coisas que jamais iria encontrar
Um encantamento e muita magia

Tanta alegria meu coração saltou
Depois de ver o que o emocionou
Uma cidade de amor que o recebia

Nenhum comentário:

Postar um comentário