31 de dezembro de 2013

Um novo ano irá nascer

Um novo ano irá nascer
Mergulhando corações
Numa alegria de se ver 
Contagiando gerações

Um novo ano irá nascer
Trazendo temperanças
Com coisas boas de viver
E doses de esperanças

Um novo ano irá nascer
Ensinando a bondade
E nos corações florescer
O ato da generosidade

Um novo ano irá nascer
Oferecendo paciência
Que muitos vão poder
Instalá-la na consciência

Um novo ano irá nascer
Trazendo oportunidade
De jamais deixar morrer
O Amor dessa sociedade

25 de dezembro de 2013

Te sinto


As letras aqui irão contribuir
Um parecer do meu caminhar
Onde direi um pouco do sentir
Junto ao passo do meu respirar

Sempre que sinto aquela imagem
Lembranças inundam meu coração
Quando pisco para a linda paisagem
Explodo em alegria e perco a noção

E alimentando-me com os dizeres
Fortifico-me com uma felicidade
Onde toques são unidos em prazeres
Que quero para toda eternidade

E quando entro em seu pulsar
Sou guiada por uma emoção
A te ouvir eu começo a chorar
E sou amarrada ao seu coração

O mundo pede socorro

Um mar de sangue abriu a porta
E caminhando nessa sujeira
Muitos de maneira imposta
Não podem passar a fronteira

Pessoas morrendo injustamente
Pois uns a solta estão a trafegar
Por que muitos dos delinquentes
Estão praticando o ato de matar

Aqui, nesta terra da desigualdade
Pessoas querem um mundo florido
Mas é difícil sem as devidas uniões

E para combater toda a crueldade
Deve-se plantar e deixar enriquecido
O ato do Amor dentro dos corações

18 de dezembro de 2013

Cidade de Amor

Uma cidade pequena me encantou
E com seu doce charme me traçou
Uma viagem marcada e sem volta
Fez-me entrar por a incrível porta

Uma porta de esperança e Amor
Que sentimentos como o rancor
Por ela, tal jamais há de entrar
Para as maravilhas dela estragar

Olhar atendo, estive a observar
Coisas que jamais iria encontrar
Um encantamento e muita magia

Tanta alegria meu coração saltou
Depois de ver o que o emocionou
Uma cidade de amor que o recebia

7 de dezembro de 2013

Obrigada Papai Noel

Olá Papai Noel, tudo certinho com o Senhor?

Nas últimas semanas, peguei-me pensando em lhe escrever, com o apoio do
Imagem: Google
Tubo de Ensaio. Pensei em como, quando e quais palavras eu iria colocar na carta.
Nessa hora Papai Noel, tive a ideia de contatar a criança dentro de mim e ela, quando soube que eu iria lhe escrever, ficou muito feliz. Tinha que ver! Perguntou-me se ela poderia dizer as palavras e eu lhe enviava. Disse que sim, afinal, como não negar o pedido de uma criança.
Sentei-me a seu lado e comecei a ouvir e a escrever seus dizeres que eram:

Primeiramente Papai Noel, quero que saiba que sou muito grata pelos presentes que ganhei. Lembro-me de quando quis um ioiô e uma bicicleta. Você os me deu. Fiquei tão feliz quando os vi na árvore.
Agradeço de coração por ter me dado lápis e papel, pois com eles, descobri que gostava de desenhar, então entusiasmada, realizei o sonho de fazer um curso.
Quero que saiba que minha maior alegria, era e até hoje é, ver o sorriso no rosto das crianças, quando elas emocionadas, encontram seus presentes em suas árvores. Fico muito feliz com isso. E saiba que meu maior presente, é continuar vendo essa felicidade entre elas.
Bom, Papai Noel, vim somente lhe agradecer, por você ser essa pessoa tão carinhosa e amável com os outros, por fazer milhares de crianças felizes e principalmente pelo Senhor existir. Esse é meu presente.
Um grande abraço de uma das milhares de criancinhas felizes em saber que o Senhor nos faz felizes, Cássia Torres.

Eis seus dizeres Papai Noel. Quando ela começou a me contar, fiquei mais emocionada e entusiasmada em lhe enviar esta carta.
Saiba que somos muito felizes por você fazer nossas crianças felizes.

Continue sendo este velhinho que a todos, contagia com esta alegria.
Beijos, Cássia!

3 de dezembro de 2013

Natal



E vem chegando mais um Natal
Com sua força e esplendor total
Encantar a toda essa criançada
Que há de ficar toda empolgada

Muitos presentes serão trocados
Abraços e sorrisos compartilhados
Momentos que muitos desejam
E alcançar o que tanto almejam

Festas natalinas são fenomenais
Mas sem o essencial não são reais
Que é dar carinho, atenção e Amor

Ao próximo amar sem olhar a quem
Sem esses ingredientes nada convém
Compartilhar o Natal sem esse calor

2 de dezembro de 2013

Uma declaração


As palavras vieram sussurrar
O que em mim vem explodindo
Disseram-me que vão declarar
A razão que as deixa sorrindo

Mostraram-me o seguinte versar
Que meu coração irá lhe mostrar

Amo-te em cada olhar
Amo-te em cada tocar
Amo-te só de imaginar
Que o Amor vai nos guardar

Amo-te em pensamento
E choro de tanta alegria
Junto aos meus sentimentos
Vinte e quatro horas por dia

As palavras então se afogaram
Para lá de o fundo lhe trazer
E na imensidão se alegraram
Com muito amor vão te dizer

Que a coisa mais linda que ganhei
Por toda a vida, comigo caminhará
É você, o amor que tanto sonhei
E o Amor para sempre nos guiará