Correria

A correria da cidade

Mal dá para entender

De dia depois à tarde
Inclusive ao enoitecer
Serão as obrigações
Impedindo atitudes
Ou as más ocasiões
Tirando plenitudes
São tantos afazeres
Nessas dificuldades
Que tiram prazeres
De todas as idades
Às vezes, nem sequer
Um bom dia se pode
Dar a quem quer ter
Que muito se resolve
Essa correria danada
Só tende a destruir
Se não controlada
Nada vai construir

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eu te Amo!

Pessoas especiais