28 de agosto de 2013

A força do Amor

Sinto em mim força tamanha
Força essa um tanto estranha
Com uma enorme rapidez
Tira toda minha sensatez

Livrar-me dela eu quero
O quanto antes espero
Dessa força obscura
Que aos poucos só tortura

Ela vem e traz consigo
Um poder tão infinito
Profundamente do qual
Só destrói e causa o mal

Sinto em mim outra força
Como que algo se contorça
Tudo colore e um raio de luz
À minha frente me conduz

Saborear-me mais eu desejo
Dessa força que tanto almejo
Sublime e cheia de bondade
Que só me traz felicidade

Quando a do mal vem atacar
Ela prende e não quer largar
Com seu rastro devastador
Tão sombrio e estarrecedor

Mas ela jamais poderá competir
Com uma força maior e subir
Força maior essa chamada Amor
Que salva e elimina qualquer dor

Nenhum comentário:

Postar um comentário